, Destaque, Outras SaturnáliasCinema Céu #22 Estômago

Cinema Céu #22 Estômago

By | 2020-05-14T18:25:23-03:00 quarta-feira, 13 Maio 2020|Cinema Céu, Destaque, Outras Saturnálias|0 Comentários

Cinema Céu #22 Estômago

Estômago é um filme brasileiro com direção de Marcos Jorge e roteiro de Marcos JorgeLusa SilvestreCláudia da NatividadeFabrizio Donvito. No elenco: João Miguel, Fabíula Nascimento e Babu Santana. Diz a sinopse: “Raimundo Nonato (João Miguel) é um migrante nordestino que chega à cidade grande em busca de oportunidade. Aprende a profissão de cozinheiro, na qual se desenvolve e recebe uma melhor oportunidade de trabalho. Sua vida se complica ao se envolver com a prostituta Iria (Fabíula Nascimento). O filme se passa entre o tempo atual na cadeia e a vida de Nonato no restaurante.”

Estômago teve sua estreia no Festival Rio, no dia 26 de setembro de 2007, 14h15, no Rio de Janeiro. Essa é a data e hora de sua primeira exibição. O Sol andava em Libra, a Lua em Áries e Aquário levantava-se no horizonte. O cinema céu todo do Estômago é esse:

Alguns apontamentos:

  1. Sol em Libra no nono signo a partir do Ascendente. Sol na nona casa por signos inteiros. Sol em Júbilo. Sol em Sect. Sol em Hayz. O Astro-Rei nessa posição destina narrativas em torno da construção da maestria. O protagonista ou algum personagem relevante fará – constituirá – no transcorrer da história, o papel de mentor. É o que acontece com o Raimundo Nonato, ele se torna, durante a narrativa, um chef de cozinha.
  2. Mercúrio encontra-se depois do Sol, ocidental, distante dos domínios solares (raios e combustão), o que lhe dá autonomia para expressar o seu maior atributo: a astúcia. Raimundo porta a astúcia típica do nordestino brasileiro que aprenderá o que for preciso para não morrer de fome.
  3. Mercúrio está em trígono perfeito com Marte que, por sua vez, está no signo de Mercúrio, Gêmeos. E Marte é aquele que comumente perde a cabeça por ser tomado de assalto pela ira. Se a gente pensar que o filme tem duas horas, e cada hora é análoga a um dia, isso dará dois dias de percurso da Lua. Como a Lua anda em média 13 graus por dia, dois dias depois, duas horas depois, o último aspecto da Lua, a última cena do filme, será com Marte. Lua nos últimos graus de Áries sextil a Marte em Gêmeos.
  4. Marte encontra-se no grau 28 de Gêmeos, que lança uma contra-antíscia a 2 do Capricórnio/Casa 12 que, por sua vez, faz um trígono perfeito a Saturno a 2 de Virgem, o regente tanto da 1 (protagonista) quanto da 12 (cenário de todo tipo de cárcere). Raimundo Nonato narra a história de como ele foi parar na cela de uma cadeia – esse é o enredo de Estômago. Saturno está na casa 12 da 9, onde está o Sol.
  5. O signo Ascendente, a chamada motivação primária, é o Aguadeiro. Signo que exila o Sol, isto é, aprisiona a sorte de ter nascido em berço de ouro. O Sol, ele próprio, encontra-se em queda em Libra. Ser Rei depende de outros. No caso da Balança, de Vênus e de Saturno (planetas que estão na fórmula da Parte do Vinho). A Vênus, por sorte, encontra-se no signo do Sol. Sol em Libra-Vênus em Leão fazem uma mútua recepção. Ser Rei, para esse Sol em Libra, depende dos apetites e do olhar da Vênus em Leão – a personagem da prostituta Iria, a qual Nonato se apaixona. Ele cozinha para ela. E ela, Vênus em Leão, tem os apetites atendidos por ele. Repare que a Vênus está na Casa 7 – a dos casamentos. Vênus rege todos os tipos de venenos, sejam os eróticos, os químicos e os gastronômicos. Comida é o remédio da fome do corpo. A paixão é a comida para fome do espírito.
    O Sol em Libra também depende de Saturno, o mais velho, que ensinará alguma arte que requer tempo, técnica e necessidade. Essa função é feita pelo Giovanni, chef de cozinha com o qual Raimundo aprende estruturar seu talento para cozinha, mas também pelo Lino, o dono do bar, que o recebe e o explora em troca de um lugar para morar. No bar, Nonato aprende a fazer coxinhas. É no bar que Nonato conhece a sua Vênus.
  6. A primeira cena de qualquer filme ou vida, essa ficção, é iniciada sempre pelo Ascendente e seu planeta regente. Aquário ascende e Saturno, regente de Aquário, encontra-se no oitavo signo a partir do Ascendente, em Virgem, na casa 8, a da morte. Saturno também rege a 12, a da cadeia, e dispõe o Sol. Estômago começa com Nonato, dentro da cadeia, dissertando sobre o queijo camembert. Entusiasmado pelo saber, Sol na 9, Nonato na Nona, procura explicar aos seus companheiros de cela, a história do queijo, porque aquele queijo cheira mal etc e tal. Ele disserta, em outras palavras, porque o queijo precisa morrer – casa 8 – para tornar o queijo que nasceu para ser. É interrompido pelo rei da cela, Bujiú, Saturno rege a 12, que estando na 8, está na 12 do Sol, e, por reinar no pedaço, o obriga a guardar aquela podridão em outro lugar.
  7. A Fortuna em Leão, o segundo ascendente do mapa, a segunda motivação primária, portanto, indica que Raimundo quer ser Rei, quer ser Sol. A Parte do Espírito, também chamada a Parte do Vir-a-Ser, também está em Leão, o que indica que Nonato realmente só pensa e deseja ser o Sol. O Sol, por sua vez, regente do Espírto e Fortuna, está em trígono com a Parte do Vinho que ascende junto a Aquário, no grau 4. O Sol vê a Parte do Vinho (A distância de Saturno a Vênus projetada no Ascendente), esse é o aspecto mais justo que o Sol faz em todo mapa.
  8. A Fortuna e o Espírito estão em aspecto a Júpiter em Sagitário que, por sua vez, rejubila na 11 radical, a das aquisições. Fortuna trino a Júpiter Bom Vivant. Júpiter é o chef Giovanni, que tem esse nome jupiteriano para não nos deixar enganar. É Giovanni que fará 60 anos, 5 ciclos de Júpiter. O vinho precioso é guardado para essa ocasião. Raimundo Nonato mira Giovanni, mira Júpiter. Esse aspecto, Fortuna/Júpiter também é a mira certeira do destino do próprio filme. Estômago ganha os principais prêmios do Festival Rio de 2007: melhor filme, melhor direção, melhor ator, melhor participação especial. Essa também é a mira certeira do que acontece no fim da história de Raimundo Nonato e seu mútuo amor pela Vênus em Leão, que lhe dá Sol, nome, reino, apetite e poder de reinar pelo prazer, mesmo na cadeia. Assista!

 

E eu fico por aqui para te deixar com água na boca e vontade de assistir Estômago, um filme brasileiro, com roteiro bem amarrado, bons atores e sem pretensão de reinventar a roda do cinema ou o queijo. Bom filme!

Sobre o Autor:

João Acuio, 46, estuda Astrologia desde 1992. Criador do site Saturnália - Astrologia & Cidade, agora também Escola de Astrologia. Propõe uma astrologia enraizada nos fenômenos culturais e uma releitura crítica da astrologia antiga. Dedica-se preferencialmente à prática da Astrologia das Natividades. Nestes 28 anos, desenvolve o que chama de Dramaturgia Celeste, astrologia como linguagem, o Céu como narrativa.

Deixar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.