A Casa 9 e as dramaturgias da visão

Atualizado: 21 de abr.





Se a Casa 12, lugar de júbilo de Saturno, trata de narrativas sob o signo do cárcere, a Casa 9 nos remete a outra qualidade de histórias, a que tratam basicamente do futuro, da lei e da ética. A Casa 9 nos remete aos assuntos que o Sol trata.

O Sol – o que tudo vê – tem júbilo na Casa 9, é o que nos diz a tradição. Dizer que um planeta tem júbilo numa casa ou outra, quer dizer que aquele território pertence àquele planeta, paradigmaticamente. ‘Aquele-Que-Tudo-Vê’ vê melhor no alto da Casa 9.

A casa da Casa 9 é uma espécie de farol.

Segundo a tradição, Mercúrio tem júbilo na 1, Saturno na 12, Júpiter na 11, o Sol na 9, Marte na casa 6, Vênus na 5 e a Lua na 3.

Manílio diz que o júbilo de Saturno é na 4 e da Vênus é na 10, mas é uma voz solitária destoando do coro dos contentes.

O Sol – Aquele-Que-Tudo-Vê – preside a visão oracular. A Casa 9 guarda essa função, a de guardar os oráculos, suas visões e crenças. O Oráculo, na antiguidade, tinha função de legislar a ética, mediar o invisível, sustentar a justiça, instituir interditos, além de professar e organizar o futuro.

A Casa 9 também é associada a jornadas ou peregrinação.

Para consultar aquele Oráculo que tudo sabe é preciso, muitas vezes, uma longa jornada de meses repleta de perigos e descobertas. A viagem da Casa 9 tem essa conotação: a busca da verdade, da resposta, de um guia tal qual o Sol que exerce essa função desde que o mundo é mundo.

A Casa 9 é diz respeito sobre a Educação Superior, predileções religiosas, a motivação de viagens longas e, o mais relevante, a natureza e qualidade da relação com mentores ou professores.

É a Casa da ciência e sabedoria. É também chamada ‘A Casa de Deus’.

Manílio: “O Sol prefere, dentre todos os lugares do céu, a casa onde entra após o meio-dia, quando, vindo do alto do céu, ele começa a dobrar sua rua em direção ao poente. Nos corpos, pela ação desse astro, aí contraem qualidades boas ou más, e aí participam também dos favores da sorte. Os Gregos deram a essa casa o nome de Deus”.

O Sol, significador do Pai, tem júbilo nesta casa, aproximando sentidos entre o luminar e o território, irradiando atributos mutuamente, esclarecendo a vocação da Casa 9 e a natureza do Sol. A Casa 9, por honrar o Sol, é casa de luz, norte e clarividência.

Veja o que Valens diz sobre o Sol: “Em uma natividade, o Sol que tudo vê, o fogo da natureza e a luz do intelecto, o órgão da percepção mental, indica reinado, domínio, intelecto, inteligência, beleza, movimento, superioridade da sorte, ordenança dos deuses, julgamento, reputação pública, ação, autoridade sobre as massas, o pai, o mestre, amizade, personagens nobres, honras que resultam em imagens, estátuas, e guirlandas, altos sacerdócios…”

Então, junte o Sol à Casa, ou outros errantes à 9, e estará diante de autoridades e reputações de toda espécie. A 9 é a antevéspera da 10, as das honras a que estamos destinados. Por isso, a 9 também pode ser entendida como o Conselho do Rei, casa dos ministros, e todo aquele que exerce função de consultor ou conselheiro.

A Casa 9 também é associada ao sonho. A todo e qualquer sonho, mas principalmente ao sonho premonitório, o que antecipa o futuro, já que essa casa é associada à profecia. E prever o futuro – ou planejá-lo – é atributo solar, apolíneo, que mira ou vislumbra a estrada a percorrer. Os sonhos, nos conta Nietzsche em o ‘Nascimento da Tragédia’, é algo da esfera apolínea.

Ben Ezra fala da qualidade do sonho, propriamente dito. Saturno nesta casa, ou a regendo, produziria sonhos com a morte e putrefação. Com Marte, guerra e disputas. Com Vênus, fertilidade e erotismo. Na Astrologia, o sonho sempre foi tratado como material a ser decifrado, como mensagem a ser lida, aliás, como tudo para quem se esforça de levantar a cabeça e mirar os Céus.

Freud, que restituiu o valor do sonho na cultura moderna, tem a Parte da Viagem associada a Casa 9, conjunta à Parte da Fortuna – o Sonho é a sua Sorte; e também, o testemunho mais importante, Júpiter, regente da 9 por exaltação, em domicílio noturno, em Peixes, dignificando-o à função da 9, a do oráculo em tempos modernos.

A psicanálise é um método de investigação das motivações inconscientes que nos levam à estrada do Destino.

Freud escreveu “A Interpretação dos Sonhos”.

Pessoas que têm o Almutem da Carta na 9, ou regendo a Casa 9, possuem destino na vida de trazer o futuro, de anunciá-lo à cidade, de dar corpo ao que é sonhado. A Casa 9 destina a função dramatúrgica do Mentor, Profeta ou de Arauto, em suma. O caminho da Casa 9 faz com que o nativo desenvolva valor e visão solar, o de ser um farol, com a função de assinalar novos tempos que se aproximam.

Fernando Pessoa, que tem o Almutem da Carta, Mercúrio em Cancer, na Casa 9 – além de ter passado uma parte da sua formação em outro país, escrevia cartas comerciais internacionais. E também fazia mapas astrais. Em ambas funções, a presença mercurial. Mas além disso, Pessoa se dizia o mensageiro do futuro de Portugal, dizendo-se, como lembra a estudiosa da vida e obra do Pessoa, a astróloga Julia Oliveira, a própria reencarnação de Dom Sebastião!

A Casa 9 é a casa do Profeta.

Os profetas tinham outro status na antiguidade, como vimos.

O segundo exemplo que tem a Casa 9 como viga mestra da vida é o Andy Wharol, um dos pais da cultura pop nas artes plásticas, e mentor de toda uma geração que viria a revolucionar o mundo através da contracultura a partir dos anos 60. Wharol tinha/tem o Sol, como Almutem da Carta, Almutem da Casa 1 e também como Almutem da casa 9, ascendendo em Leão.

Outro exemplo é Luis Inácio Lula da Silva, o maior líder político que o Brasil assiste na sua história recente. Lula tem Marte, Almutem da sua carta, na Casa 9, fazendo-o exercer papel de liderança por onde passa. Lula professa a sua liderança às massas, já que Marte está à disposição da Lua domiciliada em Câncer. E, quando presidente, tornou o seu país protagonista em política internacional.

Lula não tem diploma universitário, mas na academia dos céus, tem Lua-Marte-Saturno na Casa 9, apontando tanto a privação de estudo formal, porém reputação mundial por ser o líder da esquerda brasileira nos últimos 50 anos. Lula não tem diploma universitário, mas é doutor honoris causa em diversas universidades.

E, por fim, juiz Sergio Moro que, este sim, tem o próprio Sol jubilado na Casa 9. O astro que Tudo Vê na Casa dos tribunais. Testemunho celeste inequívoco que, diante de Moro, estamos diante de uma biografia em torno do mote do Julgamento, de uma persona destinada a ser juiz – a que professa sentença porque sentença professa. Curiosamente, Moros é o nome de uma divindade grega conhecida por emitir sentenças irrevogáveis em nome do Destino.

A Casa 9 é a casa dos mentores, professores, orientadores, religiosos, líderes, visionários, juízes e de todos aqueles que possuem papel com função paterna, isto é, função solar e/ou de Casa 9. E, segundo a astrologia védica, também é Casa que testemunha sobre a natureza do pai propriamente dito.

Vale lembrar que a Casa 9, entre as casas cadentes de ângulo, é a que tem maior fama de apoiar o nativo. Isso porque a 9 vê a 1, transferindo o seu saber, a sua ética, a sua visão de mundo e de futuro à Vida, ao nativo (a).

Além de testemunhar a vida religiosa, valores éticos, viagens, mentores, essa é a terceira casa a partir da 7, a do cônjuge. Assim sendo, seus significadores representam os irmãos do par, isto é, os cunhados. Muitas histórias celestes serão compreendidas através da situação dramática entre o nativo e os seus cunhados.

O regente da 1 na 9, ou os luminares na 9, são testemunhos de vida no estrangeiro.

O regente da 7 na 9 é o cônjuge habitando país longínquo.

Em suma, a Casa 9 – a casa do júbilo do Sol – quando em destaque na narrativa celeste, destina à pessoa a função dramática do mentor, profeta, arauto, líder, religioso e navegante.

Os planetas que ali estiverem ou a Casa 9 regerem dirão sobre a natureza do exercício desta liderança e sobre as crenças que a motiva.

A Casa 9 é a casa das crenças do nativo, do futuro e também das profecias. E todos sabem, afinal, que crenças são profecias. E a elas, às profecias, e somente a elas, que toda pobre e rica alma caminha. O futuro navega em direção ao tipo de farol que se tem na Casa 9.

Boa jornada!

Leia também a tradução de Lucas Barreto de um texto sobre as Casas de Chris Brennam > http://astrologiaeterna.blogspot.com.br/

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo